Saudação

Olá!!!! Graça e Paz no Senhor Jesus Cristo! Sejam bem vindos!!!!

quarta-feira, 30 de março de 2016

HUMILHAR-SE É COISA PARA INTELIGENTES

   Suportar a humilhação - Mateus 5: 39 a 42 -  A palavra “humilhar” no grego tapeino significa “abaixar”, quando alguém se humilha está se abaixando, poderíamos conjecturar uma série de verdades aqui, mas prefiro enfocar apenas um ponto, quando nos abaixamos nos nivelamos na altura da dependência de Deus, ao contrário de quando nos exaltamos, por que quando isso fazemos, nos nivelamos nas pessoas, no raciocínio humano, na força e na glória humanas e ai não servimos para os propósitos de Deus. Abaixar-se significa se colocar sob a possibilidade de ser sobrepujado, carregado com cargas ( como os animais se curvavam para receber cargas), açoitados, desprezados e assim por diante, mas para sermos promotores da paz precisamos aprender a humilhação. Ao olharmos para o texto de Mateus, vemos três orientações dadas por Jesus: 1ª oferecer a outra face, 2ª largar também a capa, 3ª caminhar uma milha a mais. Em todas estas orientações somente o humilde, prevalece, mas observe que em todas as situações o resultado é a construção da paz. Mas vamos ponto a ponto! A humilhação é atitude inteligente para pessoas inteligentes! Observe que Jesus disse se alguém lhe bater na face direita! Preste atenção em algo importante; considerando que a maioria esmagadora das pessoas são destras, temos que notar que para que um destro atinja a face direita de alguém, isso só será possível de duas formas: Primeira, atingir a pessoa por traz com a palma direita, ou estando de frente, atingir a pessoa com as costas da mão direita. E é justamente aqui que as coisas ficam interessantes porque atingir o rosto de alguém com as costas da mão direita era uma atitude que significava total desprezo pela pessoa ferida, isso denotava uma diferença social entre o agressor e o agredido, uma vez que somente escravos eram castigados assim. Somente os filhos é que seriam castigados tendo a palma da mão direita do pai ou mãe tocando seu rosto. Jesus ensina aqui que quando alguém nos humilha, oferecendo a outra face, a pessoa tem que usar a palma da mão e nãos as costas, nos elevando ao status de filho. O humilhar-se deve ser feito com propósito fundamentado na fé.  Em segundo. Se alguém quiser pleitear contigo, a nova versão internacional (NVI) diz: se alguém quiser processá-lo e tirar sua túnica, larga-lhe também a capa. Ora é claro que em processos jurídicos por conta de dividas acumuladas as pessoas poderiam ter tudo tirado deles, até os filhos e por fim a própria liberdade, contudo, quando Jesus fala de tirar a túnica estava fazendo menção ao fundo do poço absoluto onde só o que nos resta é a vestimenta, a qual que não se tirava de uma pessoa a não ser como despojo de guerra, mas para isso a pessoa normalmente ou estaria morta ou reduzida à condição de escravo. A capa por sua vez entre os judeus era uma peça absolutamente especial em sua indumentária, porque funcionava como uma identidade do proprietário, era algo que o identificava e posicionava dentro de um contexto social. Por esta mesma razão Acã não vigiou e desobedeceu a ordem de Deus na destruição de Jericó, pois ao ver uma “boa capa babilônica”, não conseguiu abrir mão da “possibilidade” de ser mais bem visto em meio a seu povo. Mas possibilidades sem obediência geram tragédias. Além disso a capa tinha valor utilitário pois era usada como cobertura durante a noite e proteção contra o frio. O texto de levítico 22 vs 26 e 27 diz o seguinte: Se tomares em penhor a roupa do teu próximo, lho restituirás até o por do sol, porque aquela é a sua cobertura e o vestido da sua pele; em que se deitaria? Será pois que quando clamar a mim, eu a ouvirei, porque sou misericordioso. Jesus estava nos ensinando o caminho da vitória através da humilhação da seguinte maneira, se humilhe deixe que levem também sua capa, mas quando você clamar a Deus e ele ver durante a noite sua túnica e sua capa nas mãos do opressor, ele vai responder a você porque é misericordioso.... Mas imagine qual será a resposta de Deus para quem retém aquilo que não lhe pertence, que retém aquilo que pela  própria determinação de Deus tem que ser devolvido antes do por do sol? Em terceiro,  se alguém lhe obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas. Era comum nos tempos de Jesus, os soldados romanos ao irem de um lugar a outro, obrigar transeuntes próximos a carregarem sua bagagem por mil passos (1,5 Km), e é claro que um povo subjugado pelo poder dos romanos não o faria com nenhuma alegria, mas Jesus abordando esta questão convida seus discípulos a surpreenderem seus algozes e transformar uma situação através da humildade. Vai com ele duas, ou seja mais mil passos. Contudo, a surpresa geraria no soldado romano uma quebra de suas emoções e aquele que na primeira milha lhe fora apenas um serviçal, na segunda milha lhe seria um amigo. Na primeira milha alguém com uma obrigação, mas na segunda milha por causa da humilhação, o humilhado seria a obrigação do soldado, ou seja, o soldado já o veria não como alguém a cumprir sua vontade, mas alguém que mereceria sua proteção. A humilhação aparentemente nos rebaixa, mas na verdade estando debaixo das potentes mãos de Deus ao nos abaixarmos pela humilhação, ficamos na posição exata para que o Senhor nos coloque sobre suas mãos e nos eleve a alturas inimagináveis. E todas as vezes que assim procedemos produzimos paz ao nosso redor e entre os que se relacionam conosco.

Um comentário:

Deixe aqui seu comentário